Nasceu em Lisboa em 1966. Trabalha em Lisboa e no Porto.
Artista plástico de formação, comissário de exposições e produtor de projectos culturais.
Fundador e membro da direcção da PLANO GEOMÉTRICO, associação cultural.

Apresenta o seu trabalho individualmente e em colectivo desde o início da década de 90. Participou e comissariou numerosas exposições, independentes e institucionais, que marcaram o desenvolvimento do trabalho de uma nova geração de criadores.

O seu trabalho caracteriza-se pela contaminação entre as várias disciplinas – o cinema, o design, a arquitectura, a música, o teatro a dança –, e pela diversidade de meios de suporte que cada projecto determina – a pintura, o desenho, a fotografia, o vídeo, a instalação e a performance. Desenvolve ainda trabalho na área editorial e do design gráfico.

Curso de pintura da E.S.B.A.L./F.B.A.U.L.
(Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa) (1989–94)
Membro fundador e coordenador da revista de projectos de arte – ARTSTRIKE e da GALERIA ZERO (1991–92)

––––––––––––––––

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS / SOLO EXHIBITIONS

1992
SABOTAGEM, Galeria Zero, Algés
1993
DO IT YOURSELF – FAÇA VOCÊ MESMO, Galeria Quadrum, Lisboa
1994
O PROCESSO (projecto conjunto com Nuno Silva), Galeria Quadrum, Lisboa
1995
HEAVEN, INC. (projecto com a participação de: Carlos Vidal, João Fonte Santa, Dr. Mabuse, Miguel Palma, Pedro Pousada e Rui Toscano), Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
1999
KARAOKE LIFE PROJECT / #2 KALEIDOSCOPE FRENZY, Galeria João Graça, Lisboa
2000
CONFIDENTIAL REPORT ROOM (projecto conjunto com Paulo Castro), Projecto W.C. Container, Edifício Artes em Partes, Porto
2001
MORPHING MOSH (TRANSGLOBALIMMIGRATION), Projecto W.C. Container, Edifício Artes em Partes, Porto
2004
ONLY REAL LIFE IS BETTER, Projecto IN.TRANSIT, Edifício Artes em Partes, Porto
SCHIZOLIFE SYSTEMS, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra (cartaz desdobrável)
2006
THE ART OF FICTION_PLAYTIME RESEARCH COMPLEX, Solar Galeria de Arte Cinemática, Vila do Conde (desdobrável)
PERFORMANCE ANXIETY_ PLAYTIME RESEARCH COMPLEX, Projecto IN.TRANSIT, Edifício Artes em Partes, Porto (cartaz desdobrável)
POLYESTER SMOG_ PLAYTIME RESEARCH COMPLEX, Pêssegoprásemana, Porto (cartaz desdobrável)
2007
NUMA CIDADE TALVEZ, Projecto IN.TRANSIT, CCBOMBARDA, Porto
S DE SAUDADE, RETRATOS DA VIDA PORTUGUESA, Galeria Nuno Centeno / Reflexus Arte Contemporânea, Porto (cartaz desdobrável)
2008
S DE SAUDADE, O PASSADO E O PRESENTE, Projecto IN.TRANSIT, Edifício Artes em Partes, Porto
S DE SAUDADE, DIORAMA DA NOSSA HISTÓRIA NATURAL, Museu do Neo-Realismo, Vila Franca de Xira (desdobrável)
Nas Traseiras…un terrain vague, Galeria Nuno Centeno / Reflexus Arte Contemporânea, Porto
2009
S DE SAUDADE, AU HAZARD SALAZAR, Museu Nogueira da Silva, Braga (desdobrável)
O PASSADO TAMBÉM SE INVENTA, MUSEU DE ARTE POPULAR, Uma Certa Falta de Coerência, Porto
WHITECHAPEL FROM BEHIND, The Mews, Londres
2010
DESIGN FOR LIVING, Espaço3 / Espaço ao Cubo, Lisboa (cartaz)
REPRINT IN REAL-TIME, Galeria Nuno Centeno / Reflexus Arte Contemporânea, Porto
2013
SEM TÍTULO, Laboratório das Artes, Guimarães (desdobrável)



EXPOSIÇÕES COLECTIVAS / GROUP EXHIBITIONS

1991
FALTAM NOVE PARA 2000, Galeria da E.S.B.A.L., Lisboa
ARTSTRIKE I, Galeria da E.S.B.A.L., Lisboa
COLECTIVA DE PINTURA, Galeria Arte Periférica, Massamá
EXPOSIÇÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA, Castelo de Elvas, Elvas
ARTE COM TIMOR, Palácio Galveias, Lisboa
1992
ARTSTRIKE II, Galeria Zero, Algés
COLECTIVA, Galeria Quadrum, Lisboa
1993
ARTE PÚBLICA – PROJECTOS & IDEIAS, Galeria Quadrum, Lisboa
JÁFETU, Galeria115, Centro Cultural de Lisboa (Gal. Valentim de Carvalho), Lisboa
O QUE É NACIONAL É BOM, Fórum Prior do Crato, Lisboa
COLECTIVA, Galeria Quadrum, Lisboa
MADE IN PORTUGAL – VISITE O AMBIENTE MODELO, Galeria Graça Fonseca, Lisboa
IMAGENS PARA OS ANOS 90, Fundação de Serralves, Porto
Centro de Exposições do Alto Tâmega, Chaves
Culturgest / Edifício Sede da Caixa Geral de Depósitos, Lisboa (cat.+ jornal expo)
1994
1994, LISBOA CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA, Centro Cultural de Lisboa (Gal. Blanca de Navarra), Madrid
ÁFRICAMIGA, Culturgest / Sede da Caixa Geral de Depósitos, Lisboa
QUANDO O MUNDO NOS CAí EM CIMA, ARTES NO TEMPO DA SIDA, Centro Cultural de Belém (CCB), Lisboa (cat.)
FRAGMENTOS PARA UM MUSEU IMAGINÁRIO, Fundação de Serralves, Porto (cat.)
ARTE E DINHEIRO, Culturgest/ Edifício Sede da Caixa Geral de Depósitos, Lisboa (livro)
1995
ESPECTÁCULO, EXÍLIO, DERIVA, DISSEMINAÇÃO: UM PROJECTO EM TORNO DE GUY DEBORD, Metalúrgica Alentejana, Beja (cat. livro+ jornal expo)
EXPOSIÇÃO INAUGURAL DO MUSEO EXTREMEÑO E IBEROAMERICANO DE ARTE CONTEMPORÁNEO (MEIAC), Badajoz, Espanha
MODERNIDADE: UM CADÁVER ESQUISITO, (1. Bienal de Cascais / Utopia), Capela do Gandarinha, Cascais (jornal expo)
LISBOA FORA DE HORAS, instalações numa casa particular (CENTA), Lisboa (cat. revista)
PENINSULARES, Galeria Antoni Estrany, Barcelona
1996
GREENHOUSE DISPLAY, Estufa Fria, Lisboa (cat.)
ARCO ’96, Galeria Graça Fonseca, Madrid (cat.)
MAIS DO QUE VER, (3.ª Jornadas de Arte Contemporânea do Porto), Moagens Harmonia, Porto (desdobrável)
ZAPPING ECSTASY, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
HORS CATALOGUE – UN PROJET GULBENKIAN À PROPOS DE SA COLLECTION, Maison de la Culture d’Amiens, Amiens, França (cat.)
1997
X-RATED, Galeria ZDB (antiga loja dos Móveis Olaio), Lisboa (cat.)
II BIENAL DE FAMALICÃO – EM TORNO DE CAMILO, Fundação Cupertino Miranda / Casa-Museu de Camilo / Casa da Cultura, Famalicão (cat.)
ARCO ’97, Galeria Graça Fonseca, Madrid (cat.)
BIENAL DA MAIA – ARTE JOVEM, (representação do CAPC), Forum Maia, Maia (cat.)
BELEZAS MUTANTES, (Festival Atlântico), Galeria ZDB (antiga loja dos Móveis Olaio), Lisboa (cat.)
PAISAGEM ECONÓMICA URBANA, Galeria Graça Fonseca, Lisboa (desdobrável)
BIENNALE OF YOUNG ARTISTS / MEDITERRANEAN ARTISTS, Moderna Galerija, Rijeka, Croácia (cat.)
III FORO ATLÁNTICO DE ARTE CONTEMPORÂNEA, Galeria ZDB, Estación Marítima de A Coruña, Corunha, Espanha (cat.)
FAC ‘97 / FEIRA DE ARTE CONTEMPORÂNEA, Galeria 1991-João Graça, Feira Internacional de Lisboa (FIL), Lisboa (cat.)
ANATOMIAS CONTEMPORÂNEAS, O CORPO NA ARTE PORTUGUESA DOS ANOS 90, Hangar K7, Fundição de Oeiras, Oeiras (cat.+ desdobrável)
1998
HERÓIS E PAPARAZZI, Bedeteca de Lisboa, Lisboa (cat. revista)
ARCO ’98 / PROJECT ROOM, Galeria 1991– João Graça, Madrid (cat.)
A MÁSCARA, Galeria 1991–João Graça, Lisboa
CASH & CARRY, Agência 117, Lisboa (cartaz desdobrável)
ARTE PORTUGUESA DOS ANOS 90 NA COLECÇÃO DA FUNDAÇÃO DE SERRALVES, Museu dos Biscainhos, Braga (desdobrável)
PROJECTO VÍDEOS / SPOTS, RTP 2 e Galeria Municipal Mitra, Lisboa
O IMPÉRIO CONTRA ATACA, Galeria ZDB (Rua da Barroca), Lisboa e Capella de L’Antic Hospital de la Santa Creu, Barcelona, Espanha (cat.)
A FIGURA HUMANA NA ESCULTURA PORTUGUESA DO SÉCULO XX, Museu dos Transportes e Comunicações, Edifício da Alfândega, Porto (cat.)
INDEX 3, Galeria João Graça, Lisboa (net project.)
INTERFERÊNCIA NÚMERO 1, Camião TIR, Jardim do Príncipe Real, Lisboa
(A)CASOS (&)MATERIAIS #1, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
1999
(A)CASOS (&)MATERIAIS #2, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
ARCO’99, Galeria João Graça, Madrid (cat.)
CITY FLOWER OF THE WORLD/INTERNATIONAL VIDEO PROJECT, Overgaden, Copenhaga, Dinamarca (cat.)
COLECTIVA DE FOTOGRAFIA, Galeria João Graça, Lisboa
QUARTEL / ARTE TRABALHO REVOLUÇÃO, Intervenções em montra, loja e distribuição de material na via pública, Bar Labirinto,
spot na Rádio Nova, Porto (cartaz desdobrável)
LX / OUTDOOR, Instalação de um outdoor na via pública, Lisboa
RUÍDO, Cesar Galeria, Lisboa (cat.)
SENSIBILIDADE APOCALÍPTICA, (Festival Atlântico), Galeria ZDB (Edifício Novo Figurino), Lisboa (cat.)
ARTISTAS COM TIMOR, Armazém 7/APL, Lisboa
PRÉVIA, Fórum Municipal Romeu Correia, Almada (desdobrável)
FIIC/FAC, FEIRA DE ARTE CONTEMPORÂNEA (Galeria João Graça), Feira Internacional de Lisboa (FIL), Lisboa (cat.)
ESPAÇO: 1999, Museu Nacional de História Natural, Lisboa
2000
PINK LOTION, Caldeira 213, Porto
NONSTOPOPENINGLISBOA, Galeria ZDB (Rua da Barroca), Lisboa
ALQUIMIAS / DOS PENSAMENTOS DAS ARTES, Convento de S. Francisco, Coimbra (cat.)
SISTER SPACES / GO TO FRISCO, Southern Exposure, Project Artaud, San Francisco, EUA, Galeria ZDB, projectos na NET (c/ Paulo Seabra e Virose) (desdobrável)
PLANO XXI – PORTUGUESE CONTEMPORARY ART, CINEMA & MUSIC, G–MAC/Glasgow media access centre/exhibition space, Glasgow, Escócia (jornal expo + cartaz desdobrável)
FAC, FEIRA DE ARTE CONTEMPORÂNEA, Galeria João Graça, Feira Internacional de Lisboa (FIL), Lisboa (cat.)
VIA:CIDADE. SUBÚRBIO. CAPITAL., Fórum Municipal Romeu Correia, Almada (desdobrável)
2001
ARCO’01, Galeria João Graça, Madrid (cat.)
321 M2, TRABALHOS DE UMA COLECÇÃO PARTICULAR, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
STREETWEAR, Galeria Municipal Mitra, Lisboa
URBANLAB.bienal maia_2001 / shortcut, Urbanlab Factory (antiga fábrica Fimai), Maia (cartaz desdobrável)
90’ FOR SALE, Marta Vidal Galeria, Porto
MISTURA + CONFRONTO, exposição da programação oficial da Porto 2001 Capital Europeia da Cultura, Central Eléctrica do Freixo, Porto (jornal expo + catálogo)
REGRAS DO JOGO DA GLÓRIA, Artemosferas, Porto (cartaz desdobrável)
7 ARTISTAS AO 11º MÊS, Artemosferas, Porto
ARTE LISBOA / FAC, FEIRA DE ARTE CONTEMPORÂNEA, Galeria João Graça, Feira Internacional de Lisboa (FIL), Lisboa (cat.)
THE SPARRING PARTNERS ACADEMY ART COLLECTION, QUEM SOMOS, DE ONDE VIMOS, PARA ONDE VAMOS?, Galeria ZDB (Rua da Barroca), Lisboa (cat. / fanzine)
2002
ARTE-PÚBLICO, Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto e Culturgest/Sede da Caixa Geral de Depósitos, Lisboa (jornal expo)
LEILÃO, Galeria João Graça, Lisboa
LOST IN MUSIC, projecto Too drunk to fuck, instalação numa casa particular, Lisboa
2003
COMO SI NADA, COLECCIÓN JUAN REDÓN, Fundació Foto Colectania, Barcelona (cat.)
SEM LIMITES, FOTOGRAFIA, VÍDEO E CINEMA NA COLECÇÃO DE SERRALVES, Centro de Artes Visuais (CAV), Coimbra (cat.)
OS MEUS CROMOS DA ARTE CONTEMPORÂNEA, Biblioteca Municipal, Vila de Torre de Moncorvo (cat.)
OBJECTOS CRUZADOS, (Experimentadesign), Feira Internacional de Lisboa (FIL Intercasa), Lisboa (cat. + desdobrável)
PÁG. 133, Espaço Pêssegoprásemana, Porto
VENEER / FOLHEADO, Catalyst Arts, Belfast, Irlanda do Norte (cat.)
COIMBRA C, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra (cat.)
2004
2º FESTIVAL W.A.Y. WHO ARE YOU?, Lux, Lisboa (cartaz desdobrável)
PORTUGAL – 30 ARTISTS UNDER 40, Stenersen Museum, Oslo, Noruega (cat.)
CORREI LÁGRIMAS MINHAS, DISSE O POLICIA, Galeria ZDB, Lisboa
ARTE PARA CARLOS PAREDES, Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, Lisboa
A DIZER...NARRATIVAS INCOMPLETAS, Salão Olímpico, Porto
QUARTEL, Projecto IN.TRANSIT, Edifício Artes em Partes, Porto (cartaz desdobrável)
PROXIMIDADES E ACESSOS: OBRAS DA COLECÇÃO DE IVO MARTINS, Culturgest, Porto (jornal expo)
FIAV.04, Festival d’Images Artistiques Vidéo, Centre Culturel Français de Milan, Milão, Itália (cat.)
2005
PENTHOUSE – UMA OCUPAÇÃO TEMPORÁRIA, Intervenções numa casa particular, Porto (cat.)
UMA EXTENSÃO DO OLHAR – OBRAS DA COLECÇÃO DA FUNDAÇÃO PLMJ, Centro de Artes Visuais (CAV), Coimbra (cat.)
EN LAS CIUDADES, FOTOGRAFÍA URBANA EN LOS FONDOS DE LA FUNDACIÓ FOTO COLECTANIA, programação da PhotoEspaña, Sala de Exposiciones del Canal de Isabel II, Madrid, Espanha (cat.)
TOXIC, O DISCURSO DO EXCESSO, Projecto TERMINAL, Hangar K7, Oeiras (jornal expo + cartaz desdobrável)
SIETEMÁSUNO TRÁNSITOS, Foro Iberoamericano de La Rábida, Museo de Huelva, Huelva e Centro de Exposiciones C.I.E.C.E.M.A., Almonte, Espanha (cat.)
CASA PORTUGUESA, MODELOS GLOBAIS PARA CASAS LOCAIS, programação da ExperimentaDesign 05, Cordoaria Nacional, Torreão Nascente, Lisboa
PORTUGUESE SCREEN VIDEOART SHOWCASE, Video Art Festival LOOP’05,Palau Robert e Galeria Llucià Homs, Barcelona,
Espanha, IN.TRANSIT, Edifício Artes em Partes, Porto (cartaz desdobrável)
2006
PORTUGUESE SCREEN VIDEOART SHOWCASE, Museu do Chiado, Lisboa (cartaz desdobrável)
CASA PORTUGUESA, MODELOS GLOBAIS PARA CASAS LOCAIS, Consejería de Cultura de la Junta de Extremadura, Badajoz e Palácio de Congresos y Exposiciones, Mérida, Espanha
TELEFÉRICO 1 – CAIS DE EMBARQUE, Teleférico, Guimarães (cat.)
EME 06, Encontros de Música Experimental, Igreja de Santiago – Castelo de Palmela (desdobrável)
PRÉMIO OUTROSMERCADUS, ARQUITECTURA / ESPAÇOS EFÉMEROS ‘06, Centro Português de Design, Lisboa (cat.)
OBRAS DA COLECÇÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DA PORTUGAL TELECOM, Teatro Aveirense, Aveiro (cat.)
2007
PROJECTO XXS, ESPAÇOS EM CONSTRUÇÃO ENTRE ARTISTAS E CRIANÇAS, Praça da Estação de Metro da Trindade, Porto (cartaz desdobrável)
EXPOSIÇÃO INAUGURAL, Galeria Reflexus Arte Contemporânea, Porto
ANTIMONUMENTOS, Galeria António Henriques, Viseu
PROJECTO FÁBRICA IMPORT / EXPORT, Laboratório das Artes, Guimarães (cat.)
DESLOCAÇÕES OPEN SPACE PROJECT, Shopping BRAGA PARQUE, Braga (cat.)
WHY DO YOU RESIST? FORMS OF RESISTANCE IN CONTEMPORARY ART AND SOCIETY, Forum Stadtpark, Graz, Austria e Emil Filla Gallery, Ústí nad Labem, República Checa
2008
CAFÉ PORTUGAL, Design Factory, Bratislava, Eslováquia, Fórum Eugénio de Almeida, Évora (cat.)
PECHA KUCHA WEEKEND, Casa do Conto Guest House, Porto
2009
CAFÉ PORTUGAL, Museu Carlos Machado, Ponta Delgada (cat.)
A ESCOLHA DA CRÍTICA, Plataforma Revólver, Lisboa (cartaz desdobrável)
ESTÁ A MORRER E NÃO QUER VER, Espaço Campanhã, Porto
RESCALDO E RESSONÂNCIA!, Reitoria da Universidade do Porto, Porto (cat.)
GROUP SHOW, Galeria Reflexus Arte Contemporânea, Porto
PORTUGAL, Centro de Arte Contemporânea de Vilamoura, Vilamoura (cat.)
1 SÉCULO, 10 LÁPIS, 100 DESENHOS: VIARCO EXPRESS, Museu da Presidência da República, Lisboa (cat.)
À CRISE…, Galeria Sopro, Lisboa
2010
CLAIM TO FAME, (em colaboração com Sara & André), Espaço Fundação PMLJ, Lisboa (cat.)
1 SÉCULO, 10 LÁPIS, 100 DESENHOS: VIARCO EXPRESS,
Torre da Oliva, S. João da Madeira (cat.)
ABSOLUT CREATIVE HOUSE, Palacete Pinto Leite, Porto
COLECTIVA, Galeria Projecto, Vila Nova de Cerveira
IMPRESIONES Y COMENTARIOS, FOTOGRAFÍA CONTEMPORÁNEA PORTUGUESA, Fundació Foto Colectania, Barcelona e Sala Parpalló, Valencia, Espanha
POVO, Museu da Electricidade, Lisboa (jornal expo + livros)
A FILOSOFIA DO DINHEIRO, (em colaboração com Sara & André), Pavilhão Branco do Museu da Cidade, Lisboa (cat.)
SALA DO VEADO 1990/2010, CABINET D’AMATEUR, Sala do Veado, Lisboa (cat.)
I.M.A.N., TEMPO EMPRESTADO TEMPO MODIFICADO, Casa das Artes, Vila Nova de Famalicão (jornal expo)
MONO, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra (cat. pdf)
INVASÕES CONTEMPORÂNEAS, ARTE NAS COMEMORAÇÕES DO BICENTENÁRIO DAS LINHAS DE TORRES, Palácio de Mafra, Mafra (cartaz desdobrável)
JORNAL MURAL, (integrando o colectivo do projecto Jornal Mural de Hugo Canoilas), Intervenção urbana através da colagem de cartazes apresentados nas ruas de Lisboa, Lisboa
2011
SUPERMARKET INTERNATIONAL ARTIST-RUN ART FAIR, Rosalux / Berlim, Estocolmo, Suécia
O PASSADO E O PRESENTE / OUTRO OLHAR SOBRE A COLECÇÃO DO MNR, Museu do Neo-Realismo, Vila Franca de Xira (cat.)
THE DAYS OF THIS SOCIETY ARE NUMBERED, (integrando o colectivo do projecto Jornal Mural de Hugo Canoilas), Abrons Arts Center, Nova Iorque, EUA
BETWEEN DOCUMENT AND FICTION, Cinema Passos Manuel, Porto
STAGING THE ARCHIVE, exposição do projecto Antena da Fundação de Serralves, MACE – Museu de Arte Contemporânea de Elvas, Elvas
1 SÉCULO, 10 LÁPIS, 100 DESENHOS: VIARCO EXPRESS,
Biblioteca Almeida Garrett, Porto (cat.)
2012
OUTDOOR_P28, intervenção num outdoor de 300x800 cm no espaço público da cidade de Lisboa, Lisboa (cat.)
CCC _ COLLECTING COLLECTIONS AND CONCEPTS, UMA VIAGEM ICONOCLASTA POR COLEÇÕES DE COISAS EM FORMA DE ASSIM, exposição do programa oficial de Artes Plásticas e Arquitectura da Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, sector G, Fábrica Asa, Guimarães (cat.)
MATERIALITY,exposição que integrou o programa do Alternativa International Contemporary Visual Art Festival, Wyspa Institute of Art, Gdansk, Polónia (cat.)
INTERFERÊNCIAS, Casa do Infante, Porto
OUTDOOR_P28, intervenção num outdoor de 300x800 cm no espaço público da cidade do Porto, Porto (cat.)
EDIFÍCIOS E VESTÍGIOS, PROJETO-ENSAIO SOBRE ESPAÇOS PÓS-INDUSTRIAIS, exposição do programa oficial de Artes Plásticas e Arquitectura da Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, sector G, Fábrica Asa, Guimarães (cat.)
2013
DO SILÊNCIO A UM OUTRO HINO, 7 VÍDEOS DE ARTISTAS PORTUGUESES NA PERSPETIVA DE UM DISCURSO PÓS-COLONIAL, Centro Cultural Português da Praia e Centro Cultural do Mindelo, S. Vicente, Cabo Verde
1ª BIENAL FOTOGRAFIA DE OURÉM, Antigo Hospital Santo, Ourém
BETWEEN DOCUMENT AND FICTION 2, VIDEO ART SCREENINGS 2013, Marquee Theater, UW-Madison, EUA
RESGATE, ART EXHIBITION TO RECOVERY IN MENTAL HEALTH, Antiga Casa Sá Cortinas, Barcelos
BIBLIOTECA FLUTUANTE, intervenção no espaço de uma antiga loja temporariamente ocupada no âmbito do projecto CUIDADOS INTENSIVOS, Vila do Conde
OBRAS DA COLEÇÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DA PORTUGAL TELECOM, Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, Bragança 
DEPÓSITO DE ARTEFACTOS PERFORMATIVOS, Centro de Memória, no âmbito do projecto CUIDADOS INTENSIVOS, Vila do Conde
GNRation EPHEMERAL, GNRation, Braga
PARTITURAS, NOTAÇÕES E ANOTAÇÕES, Centro de Memória, no âmbito do projecto CUIDADOS INTENSIVOS, Vila do Conde
um retrato quase apagado…, 17ª Bienal de Cerveira, Fórum Cultural, Vila Nova de Cerveira (cat.)
CONTENTORES LISBOA 2013, Terreiro das Missas, Belém
CUIDADOS INTENSIVOS – TEMPO E FRICÇÃO, Solar, Galeria de Arte Cinemática, no âmbito do projecto CUIDADOS INTENSIVOS e integrando o CIRCULAR Festival de Artes Performativas, Vila do Conde 

 

PROJECTOS PERFORMATIVOS e TRANSDISCIPLINARES
/ PERFORMATIVE AND INTERDISCIPLINARY PROJECTS

2000
CONFIDENTIAL REPORT ROOM
Concepção, produção e interpretação – projecto conjunto com Paulo Castro. Performance no dia da inauguração da exposição CONFIDENTIAL REPORT ROOM no Projecto W.C. Container, Edifício Artes em Partes, Porto
2001
COPY.PASTE
Concepção, coordenação da produção e interpretação – projecto conjunto com João Galante e o Cut-Up Ensemble / instalação/performance integrada no projecto Elogio da Loucura da programação da Porto 2001, Hospital Conde de Ferreira, Porto
LINHA HORIZONTAL DE 3 METROS INTERROMPIDA PELA AUSÊNCIA DO AUTOR
Concepção e interpretação. Performance apresentada durante a noite da inauguração da exposição THE SPARRING PARTNERS ACADEMY ART COLLECTION, QUEM SOMOS, DE ONDE VIMOS, PARA ONDE VAMOS?, na Galeria ZDB, Lisboa
2002
ON – OFF
Concepção e interpretação – projecto conjunto com António Olaio / performance apresentada nos Encontros Imediatos (local. Ministério das Finanças) no âmbito da programação das Danças na Cidade, Lisboa.
Apresentações no A8_Artes em Curso / Transforma, Torres Vedras e no Fiar 2 – Festival Internacional de Artes de Rua, Palmela
2003
ON – OFF
Concepção e interpretação – projecto conjunto com António Olaio / performance apresentada no Teatro Nacional de São João no âmbito da programação do Brrr – Festival de Live Art, Porto
2004
KEN I BE MATISSE?
Concepção e interpretação – projecto conjunto com António Olaio + João Taborda / performance apresentada a convite do Teatro Nacional de S. João/TECA no âmbito da programação Serralves em Festa que comemorou o quinto aniversário da abertura do Museu, Grande Auditório, Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto
UNTITLED (SCHIZO)
Concepção com Miguel Flor e Miguel Pereira, interpretação com Miguel Pereira. Performance apresentada na inauguração da exposição SCHIZOLIFE SYSTEMS no Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
OFF.SITE
Concepção e coordenação da produção – projecto transdisciplinar com a participação de A.S* Atelier de Santos, Fernando Brízio, Miguel Flor, Miguel Pereira, Paulo Mendes e Sandra Vieira Jurgens + António Caramelo e Luís Alegre.
Apresentado no âmbito da programação Arte em Campo do Instituto das Artes a pretexto da realização do Campeonato Europeu de Futebol EURO 2004. Hangar K7, Fundição de Oeiras, Oeiras
2010
SILÊNCIO, ORDENS, PRECES, AMEAÇAS, ELOGIOS, CENSURAS, RAZÕES, QUE QUEREM QUE EU COMPREENDA DO QUE ELES DIZEM,
Concepção e interpretação – performance integrada na série de trabalhos S de Saudade. Apresentada no âmbito do projecto Totemismo Urbano, Coreto do Jardim de S. Lázaro, Porto
BROADCASTING MY SONGS, UNNEEDED CONVERSATION
António Olaio em conversa com Paulo Mendes
Uma conferência / performance integrada no programa das conferências internacionais "UNNEEDED CONVERSATIONS – Theory and Practice of Art", organizadas pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP) e realizadas no Passos Manuel, Porto
SE PUDESSEM PARAR DE FAZER PARA NÃO FAZEREM NADA, ENQUANTO NÃO PARAM DE TODO.
Concepção e interpretação – performance integrada na série de trabalhos S de Saudade. Apresentada no âmbito da programação da mostra de trabalhos performativos O dizer do corpo, Espaço Ilimitado – Núcleo de Difusão Cultural, Porto
2011
S DE SAUDADE, RESTOS DE COLECÇÃO
Concepção e interpretação – performance / instalação realizada originalmente para a montra da loja Rubi na cidade do Porto no âmbito do projecto Troca-se por Arte, projecto artístico colectivo de intervenção pública, Porto
CAIXA DE MÚSICA, O GRANDE BAILE DO ESTADO NOVO
Concepção e interpretação – performance / instalação realizada originalmente para o ciclo de performances Obras para Corpos Revistos e Actualizados, comissariado por Joclécio Azevedo para o NEC Núcleo de Experimentação Coreográfica no âmbito do projecto de intervenção pública na cidade Manobras no Porto, Porto
S DE SAUDADE, RESTOS DE COLECÇÃO
Concepção e interpretação – performance / instalação realizada na montra da Livraria CE Latina na cidade do Porto no âmbito do TRAMA Festival de Artes Performativas, organização da Fundação de Serralves e programado em parceria com Matéria Prima e brrr _ Festival de Live Art, Porto
SILÊNCIO, ORDENS, PRECES, AMEAÇAS, ELOGIOS, CENSURAS, RAZÕES, QUE QUEREM QUE EU COMPREENDA DO QUE ELES DIZEM,
Concepção e interpretação – performance realizada no Coreto da Cordoaria na cidade do Porto no âmbito do TRAMA Festival de Artes Performativas, organização da Fundação de Serralves e programado em parceria com Matéria Prima e brrr _ Festival de Live Art, Porto
S DE SAUDADE, A TORTURA DA MEMÓRIA
Concepção e interpretação – performance / instalação realizada no Museu Militar do Porto antiga sede da PIDE / DGS na cidade do Porto no âmbito do TRAMA Festival de Artes Performativas, organização da Fundação de Serralves e programado em parceria com Matéria Prima e brrr _ Festival de Live Art, Porto
SE PUDESSEM PARAR DE FAZER PARA NÃO FAZEREM NADA, ENQUANTO NÃO PARAM DE TODO.
Concepção e interpretação – performance realizada numa antiga Loja, o nº90 da Rua Cândido dos Reis na cidade do Porto no âmbito do TRAMA Festival de Artes Performativas, organização da Fundação de Serralves e programado em parceria com Matéria Prima e brrr _ Festival de Live Art, Porto
2013
THE POSTCOLONIAL SINGER
Concepção e interpretação – uma performance musical de Paulo Mendes com aproximadamente 7 minutos apresentada originalmente na Aula Magna da Faculdade de Belas Artes Universidade do Porto no âmbito da mostra de performances Sintomas e Efeitos Secundários, Porto
IN:OUT, outsourcing speech 
Concepção e interpretação com Maria Trabulo. Integrando a exposição CUIDADOS INTENSIVOS – TEMPO E FRICÇÃO na Solar, Galeria de Arte Cinemática, no âmbito do projecto CUIDADOS INTENSIVOS e integrando o CIRCULAR Festival de Artes Performativas, Vila do Conde 


PROJECTOS COMISSARIADOS / CURATORSHIP PROJECTS

1995
HEAVEN, INC., Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
1996
ZAPPING ECSTASY, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
1997
PAISAGEM ECONÓMICA URBANA, Galeria Graça Fonseca, Lisboa
ANATOMIAS CONTEMPORÂNEAS, O CORPO NA ARTE PORTUGUESA DOS ANOS 90 (c/ Paulo Cunha e Silva), Hangar K7, Fundição de Oeiras, Oeiras (cat.)
1998
(A)CASOS (&)MATERIAIS #1, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
1999
(A)CASOS (&)MATERIAIS #2, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
PROJECTO W.C. CONTAINER: 1.QUARTO INTERIOR; 2.PLASTIKROOM;
3.QUARTO DISFUNCIONAL; 4.QUARTO DA DOR / HOUSE OF PAIN;
5. SCREEN TEST ROOM; 6. PERVERSE SPACE ROOM; 7. QUARTO EXTERIOR; Edifício Artes em Partes, Porto
2000
PROJECTO W.C. CONTAINER: 8.CONFIDENTIAL REPORT ROOM;
9.PHALLUS ANXIETY; 10.CÚS QUE FALAM; 11.TRY TO BE MORE
ACCOMODATING (WE LOVE OUR AUDIENCE); 12.SOFT SENSE; 13.I’LL BE YOUR MIRROR; 14.RETROSPEKTIV ALL STARS; Edifício Artes em Partes, Porto
PLANO XXI / PORTUGUESE CONTEMPORARY ART. CINEMA & MUSIC (c/António Rego), Glasgow School of Art, Street Level Photoworks, G-Mac /Glasgow media access centre, Intermedia Gallery, Market Gallery, Gilmorehill Cinema, Visual Art Projects e The Arches, Glasgow, Escócia (jornal expo + cartaz desdobrável)
CONTAMINANTES / COMUNICANTES, 10 ARTISTAS + 10 ARQUITECTOS
(c/ Victor Neves e David Santos), Sociedade Nacional de Belas Artes (SNBA), Lisboa (cat. + cartaz desdobrável)
2001
PROJECTO W.C. CONTAINER: 15.ELECTRIC HOUSE; 16.DRY; 17.MORPHING MOSH (TRANSGLOBALIMMIGRATION), 18.RÉTRO.SPEKTIVA.RELATÓRIO CONFIDENCIAL 1999–2001, Edifício Artes em Partes, Porto
321 M2, TRABALHOS DE UMA COLECÇÃO PARTICULAR, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Coimbra
URBANLAB.bienal maia_2001 / shortcut, Forum da Maia, Praça do Município, Centro Comercial Venepor, Urbanlab Factory (antiga fábrica Fimai), Maia (cartaz desdobrável)
REGRAS DO JOGO DA GLÓRIA, Artemosferas, Porto (cartaz desdobrável)
2002
PROJECTO IN.TRANSIT: 1.SWEET DREAMS; 2.ALWAYS THERE; 3.ALHEAVA/IN.TRANSIT, Edifício Artes em Partes, Porto
2003
PROJECTO IN.TRANSIT: 4.O OURO DOS IDIOTAS; 5.I KNOW I’M NOT TO BLAME; 6.SAURAU; 7.ANIMATEUR AMATEUR; 8.DIAMANTE, Edifício Artes em Partes, Porto
2004
PROJECTO IN.TRANSIT: 9.LINHA; 10.ONLY REAL LIFE IS BETTER; 11.SOUND ATTACK; 12.QUARTEL; 13.THE MUSA TOUR.02; 14.THE MUSA TOUR.02; 15.PORQUE É QUE AS UTOPIAS NUNCA SÃO DAS RAZÕES MAS DA RAZÃO?; 16. SOLD OUT – FINE ART SMALL PRICES, Edifício Artes em Partes, Porto
2005
PROJECTO IN.TRANSIT: 17. COOKINGAME; 18. !DEJARME SOLO!; 19. THE BLACK FLOW ARENA, Edifício Artes em Partes, Porto; 20. SPECIAL EDITION. PORTUGUESE SCREEN VIDEOART SHOWCASE, Video Art Festival LOOP’05,Palau Robert e Galeria Llucià Homs, Barcelona, Espanha (cartaz desdobrável)
EM FRACTURA, COLISÃO DE TERRITÓRIOS (c/ Sandra Vieira Jurgens e Inês Moreira), Projecto TERMINAL, Hangar K7, Fundição de Oeiras, Oeiras (jornal da exposição + cartaz desdobrável)
TOXIC, O DISCURSO DO EXCESSO (c/ Sandra Vieira Jurgens e Inês Moreira), Projecto TERMINAL, Hangar K7, Fundição de Oeiras, Oeiras (jornal da exposição + cartaz desdobrável)
2006
PROJECTO IN.TRANSIT: 21. SPECIAL EDITION. PORTUGUESE SCREEN VIDEOART SHOWCASE, Museu do Chiado, Lisboa (cartaz desdobrável);
22. IMPORT EXPORT; 23. ESTUDIO 2000; 24. PERFORMANCE ANXIETY; 25. POST-IT CITY (PORTO); 26. MOVING #3, 27. MACHINE GUN, Edifício Artes em Partes, Porto
2007
PROJECTO IN.TRANSIT: 28. COISA, CONTROLADA PELO MEDO DE IDENTIFICAÇÃO OU ELMO; 29. PESQUISA NO CAMPO, DESERTAR, ANTES QUE GANHE UM CANCRO, Edifício Artes em Partes, Porto; 30. UNDERCOVER; 31. NUMA CIDADE TALVEZ, PROJECTO IN.TRANSIT, CCBOMBARDA, Porto; 32.PRIMEIRA LIÇÃO DE VÔO, POBRE NÃO TEM METAFÍSICA; 33. IMPRECISO, Edifício Artes em Partes, Porto
2008
PROJECTO IN.TRANSIT: 34. FLORES DE PROCURA, TORRES DE BABEL A COTA ZERO; 35. S DE SAUDADE, O PASSADO E O PRESENTE; 36. RESTARTED OBJECTS; 37. IMAGENS CALIGRÁFICAS; 38. SEA ©, Edifício Artes em Partes, Porto
2009
PROJECTO IN.TRANSIT: 39. TRAIN BOY; 40. GAME OVER; 41. NBP; 42. DESERTO ACÉFALO; 43. KEATS, KEATON & JÜRGENSON, Edifício Artes em Partes, Porto
2010
CECI N’EST PAS UNE RÉTROSPECTIVE, IN.TRANSIT + W.C.CONTAINER (1999–2009), Espaço Padaria Independente / Galeria Fernando Santos, Porto
2012
COLLECTING COLLECTIONS AND CONCEPTS, UMA VIAGEM ICONOCLASTA POR COLEÇÕES DE COISAS EM FORMA DE ASSIM, exposição do programa oficial de Arte e Arquitectura de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, sector G, Fábrica Asa, Guimarães

 

ARQUITECTURA E CENOGRAFIA / ARCHITECTURE AND SCENOGRAPHY

Concepção da cenografia para a peça de teatro O DESPERTAR DA PRIMAVERA de Frank Wedekind com encenação de Nuno Cardoso, trabalho de cenografia e adereços em colaboração com F. Ribeiro.
Apresentação no TECA (Teatro Carlos Alberto) no Porto com produção TNSJ (Teatro Nacional São João), Março 2004.
Concepção conjunta com Inês Moreira e com a colaboração de Cláudia Martinho do projecto de arquitectura do evento transdisciplinar TERMINAL, espaço industrial de 4000 m2 intervencionado para receber exposições, concertos, conferências, performances, Agosto – Outubro 2004.
Colaboração com o gabinete de arquitectura A.S* ATELIER DE SANTOS no projecto para a Biblioteca Regional dos Açores em Angra do Heroísmo.
Concepção de intervenções plásticas em várias zonas do projecto, Outubro 2006.
Concepção conjunta com Inês Moreira (petit CABANON) da instalação espacial ART FOR LIFE para a instituição cultural francesa Lab’Bel. Instalação concebida para apresentação na Feira Internacional de Arte SWAB em Barcelona, Maio 2011

PRODUÇÃO _ DIRECÇÃO DE PRODUÇÃO
/ PRODUCTION _ PROJECTS PRODUCTION MANAGER.


Para além da produção de todos os projectos apresentados enquanto artista e comissário fez ainda a direcção de produção de dois grandes projectos expositivos exteriores que integraram a programação oficial de Arte e Arquitectura da Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura. O projecto DEVIR MENOR, ARQUITECTURAS E PRÁTICAS ESPACIAIS CRÍTICAS NA IBERO-AMÉRICA, comissariado por Inês Moreira e Susana Caló, no espaço museológico da Sociedade Martins Sarmento e a exposição EDIFÍCIOS & VESTÍGIOS, PROJECTO-ENSAIO SOBRE ESPAÇOS PÓS-INDUSTRIAIS, comissariada por Inês Moreira e Aneta Szylak, no espaço industrial da Fábrica Asa.

 

COLECÇÕES PÚBLICAS / PUBLIC COLLECTIONS

Fundação de Serralves
Fundação Portugal Telecom
Fundação PLMJ
Fundação Ilídio Pinho
Fundação António Prates
Museu do Neo-Realismo
Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC)
Colecção de Arte Contemporânea Tróia Design Hotel
Museo Extremeño e Iberoamericano de
Arte Contemporáneo (MEIAC), Espanha
Colecção Ivo Martins
Colecção Pedro Cabrita Reis
Colecção Juan Redón, Espanha

 

BIBLIOGRAFIA / BIBLIOGRAPHY

Paulo Mendes publicou textos e projectos gráficos nas seguintes publicações: revistas ARTSTRIKE, CONFIDÊNCIAS PARA O EXÍLIO, BELÉM, W, ARTES & LEILÕES, ARTE IBÉRICA, NÚMERO, RESINA e BÍBLIA. Também nos jornais PÚBLICO, A CAPITAL, JUP-JORNAL UNIVERSITÁRIO DO PORTO, JL-JORNAL DE LETRAS, ARTES E IDEIAS e PARPAINGS / ARCHITECTURE, ART, PAYSAGE.

Monografias / Monographs
PAULO MENDES – THE BEST OF...VOGUE, textos de Sandra Vieira, Óscar Faria e Paulo Mendes, Editora Mimesis, Porto, 2002
TERMINAL
Cadernos de Curadoria, concepção de Bruno Marchand, edição e investigação de Bruno Marchand e Pedro Faro para o Laboratório de Curadoria no âmbito da programação de Arte e Arquitectura de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura. Editado pela Fundação Cidade de Guimarães, 2012

Paulo Mendes publicou textos, entrevistas e projectos gráficos nas seguintes publicações: revistas ARTSTRIKE, FLASH ART, CONFIDÊNCIAS PARA O EXÍLIO, BELÉM, W, ARTES & LEILÕES, ARTE IBÉRICA, L+ ARTE, NÚMERO, ARQUITECTURA 21, ARTECAPITAL, ASCENSOR, RUADEBAIXO.COM, RESINA, BÍBLIA, PARASITA, NADA.
Também nos jornais PÚBLICO, A CAPITAL, JUP- JORNAL UNIVERSITÁRIO DO PORTO, JL-JORNAL DE LETRAS, ARTES E IDEIAS e PARPAINGS / ARCHITECTURE, ART, PAYSAGE.

 

Livros / Books
Almeida, Bernardo Pinto de, PINTURA PORTUGUESA NO SÉCULO XX, Porto, Lello Editores, 1993 (2ª edição revista, 1996; 3ª edição revista, 2002).
Almeida, Bernardo Pinto de, TRANSIÇÃO – CICLOPES, MUTANTES, APOCALÍPTICOS –  A NOVA PAISAGEM ARTÍSTICA NO FINAL DO SÉCULO XX, Lisboa, Assírio & Alvim, 2002.
Amado, Miguel, EXTENSÃO DO OLHAR – UMA ANTOLOGIA VISUAL DA FOTOGRAFIA PORTUGUESA CONTEMPORÂNEA, Lisboa, Assírio & Alvim, 2004.
Carlos, Isabel, “Sem plinto, nem parede: Anos 70–90” in Paulo Pereira (dir.), HISTÓRIA DA ARTE PORTUGUESA, vol.III, Lisboa, Círculo de Leitores, 1995, pp.638–647.
Diniz, Vítor, “CAPC, em torno de uma prática na arte contemporânea” in Jorge Figueira (concepção), SMS:SOS, A NOVA VISUALIDADE DE COIMBRA, Edições Asa, 2003, pp.110–131
Martínez, Rosa, “The iberian front: Spain and Portugal” in Gianfranco Maraniello (dir.), ART IN EUROPE 1990–2000, Milão, Skira Editore, 2002, pp.13–26.
Melo, Alexandre, ARTE E ARTISTAS EM PORTUGAL, Lisboa, Instituto Camões / Bertrand Editora, 2007, pp.86, 90, 93, 98, 102.
Melo, Alexandre, ARTES PLÁSTICAS EM PORTUGAL DOS ANOS 70 AOS NOSSOS DIAS, Lisboa, Editora Difel, 1998, pp.38–77.
Melo, Alexandre, TRÁFEGO / ANTOLOGIA CRÍTICA DA NOVA VISUALIDADE PORTUGUESA, Porto, Edição Porto 2001 / Jornal de Notícias, 2001, pp. 154–155.
Pérez, Miguel von Hafe, “A Década de Noventa: Estabilização Disruptiva”, in Fernando Pernes (coord.), PANORAMA ARTE PORTUGUESA NO SÉCULO XX, Porto, Fundação Serralves / Campo das Letras, 1999, pp. 317–353.
Pérez, Miguel von Hafe (org.), ANAMNESE, O LIVRO, Porto, Fundação Ilídio Pinho, 2006.
Pinharanda, João Lima, ALGUNS CORPOS, IMAGENS DA ARTE PORTUGUESA ENTRE 1950 E 1990, Edição EDP – Electricidade de Portugal, S.A., 1998, pp. 72–83.

 

CD–ROM.

MUSEU VIRTUAL, Aula do Risco / Edição Cibéria 351, Lisboa, 1995
ARTE PORTUGUESA DO SÉCULO XX, Edição Instituto de Arte Contemporânea (IAC) / Ministério da Cultura, Lisboa, 1998

 

CONFERÊNCIAS, COLÓQUIOS, MESAS REDONDAS, CONVERSAS /
CONFERENCES, ROUND TABLES, CONVERSATIONS

1994
“O ESTADO DA CULTURA”
Nova, Encontro da cultura contemporânea e das causas
Teatro Gil Vicente, Cascais, 26.3
(comunicação de um texto colectivo da autoria de Fernando Brito, João Felino, João Louro, José Maças de Carvalho, Paulo Mendes, Miguel Palma, João Tabarra e Carlos Vidal)
1996
“VISIBILIDADE, REPRESENTAÇÃO E APROPRIAÇÃO”
CAPC Colóquios, Circulo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), 3.2
(c/ João Fernandes, Miguel von Haffe Pérez, moderador Vitor Diniz)
1997
“OS ÚLTIMOS QUARENTA ANOS DE MOVIMENTAÇÕES ARTÍSTICO-CULTURAIS E RESPECTIVAS PUBLICAÇÕES – ANTES E PÓS 25 DE ABRIL / ARTES PLÁSTICAS”
Primeiro Festival Ópio
Sociedade Nacional de Belas Artes, 21.11
(c/ Alexandre Melo, Gilberto Reis, Rui Sanches, moderador Tiago Batista)
“HISTÓRIA DA ARTE E CULTURA CONTEMPORÂNEA – TRANSFORMAÇÕES ESTÉTICAS DA ÚLTIMA METADE DO SÉCULO XX”
Centro de Formação Contínua de Viana do Castelo, 22.11
(c/ Cristina Mateus, Marta Almeida, Miguel Leal e Miguel von Haffe Pérez)
1999
“IN EXTREMIS / O ESTADO DA(S) ARTE(S) NO FINAL DA DÉCADA, DO SÉCULO E DO MILÉNIO”
Ciclo de colóquios / Galeria Luís Serpa Projectos, 5.2
(c/ Miguel von Haffe Pérez)
“CONSIDERAÇÕES SOBRE ARTE CONTEMPORÂNEA”
Ciclo de conferências
Escola Superior de Tecnologia, Gestão, Arte e Design (ESTGAD), Caldas da Rainha, 1.3
“DON’T TOUCH MY READY MADE”
E.X.O. um artista por mês
Ciclo de conferências intergalácticas
Escola Superior Artística do Porto – extensão de Guimarães, 26.3
“PERSPECTIVAS DA SITUAÇÃO DA ARTE”
Inter.disciplinar.idades / ciclo de conferências e actividades
Grande Auditório da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto / FBAUP, 5.5
(c/ Alexandre Melo, João Fernandes, Luís Serpa, Pádua Ramos, moderador Eduardo Batarda)
“25 ANOS DE ARTES PLÁSTICAS EM PORTUGAL”
QUARTEL / Sessões de esclarecimento
Grande Auditório da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto / FBAUP, 9.6
(c/ Bernardo Pinto de Almeida, Carlos Vidal, João Fernandes, moderador Óscar Faria)
2000
“ART CORE HARD COPY”
Projecto Inter+disciplinar+idades / Ciclo de conferências
Grande Auditório da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto / FBAUP, 29.3
2002
“ARQUITECTURA – PRÓTESE DO CORPO”
Ciclo de conferências, mesas redondas e cinema
Faculdade de arquitectura da Universidade do Porto / FAUP e Casa das Artes, 15–17.1
(c/ António Olaio, Didier Fiuza Faustino, Gonçalo Furtado, Marcos Cruz, Miguel Leal, Miguel Pereira, entre outros)
2003
“BLIND DATE (X)PERIENCE”
Instituto Português de Fotografia, Porto, 22.5
“DIÁLOGO.3”
Conversa informal com os criadores presentes no Festival A8 Artes em Curso, Transforma ac, Torres Vedras
2004
“MÚLTIPLAS PERCEPÇÕES #6_IMAGEM”
Ciclo de conversas, Casa d’os Dias da Água, Lisboa, 11.01
(c/ Catarina Mourão, Cláudia Tomaz, José Filipe Costa, Sílvia Patrício, Teresa Cruz, moderadores Inês Moreira, José Bártolo)
“IN HEAVEN”
ciclo de conferências sobre projectos e acções do
artista-comissário, Auditório da ESAP (Escola Superior Artística do Porto), 2.03, Porto
“BLIND DATE”
IADE (Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing), Lisboa, 15.6
“JOVENS ARTISTAS”
ciclo de debates no âmbito da exposição Antecip’Arte 2004, Estufa Fria, 23.10, Lisboa
(c/ João Pinharanda, Jurgen Bock, moderador Miguel Wandschneider)
2005
“O ESTADO DO COMISSARIADO”
Ciclo de conferências O ESTADO DAS ARTES EM PORTUGAL realizado no âmbito da programação do Projecto TERMINAL, Hangar K7, Fundição de Oeiras, 3.9, Oeiras
(c/ Celso Martins, Lúcia Marques, moderador P.M.)
“DIREITOS PRIVADOS E INTERESSES PÚBLICOS: A OBRA DE ARTE CONTEMPORÂNEA ENTRE O ARTISTA E O COLECCIONADOR”
Ciclo de debates no âmbito da programação da ARTE LISBOA, Feira de Arte FAC’05, FIL, 26.11
(c/ Cristina Guerra, Pedro Lapa, Rosa Videira, Susana Mendes Silva, moderadora Margarida Veiga)
2006
“TERMINAL”
Ciclo de Conferências sobre Gestão Cultural, Auditório da Universidade Lusófona, Lisboa, 19.1
 “O ARTISTA ENQUANTO ANIMAL DE ESTIMAÇÃO”
Conferência no Auditório da ESAD, Escola Superior de Artes e Design, Matosinhos, 24.5
“CIRCUITOS DA ARTE CONTEMPORÂNEA: DESCENTRAMENTOS E DERIVAÇÕES”
Debate no âmbito da exposição ANTECIPARTE, Páteo da Galé, Praça do Comércio, Lisboa, 2.12
(c/ Natxo Checa, Eduardo Matos, Roger Mentjies, moderadora Idalina Conde)
2007
“RETRATO DO ARTISTA ENQUANTO COMISSÁRIO”
Conferência na ESAP – Escola Superior Artística do Porto – extensão de Guimarães, 27.6
“CONVERSA: AS PERFORMANCES QUE NUNCA VI (I)”
Ciclo de Performances de Gustavo Sumpta, Atelier REAL, Lisboa, 9.12
(c/ Gustavo Sumpta, Fernando Ribeiro, João Fonte Santa, Alice Geirinhas, António Olaio, Tiago Borges)
2008
“A ARTE NA CIDADE – ESPAÇOS ALTERNATIVOS DE EXPOSIÇÃO”
Debate no âmbito da programação cultural da 78ª Feira do Livro do Porto, Pavilhão Rosa Mota, Porto, 31.5
(c/ André Sousa, Manuel Santos Maia, Marco Mendes, Ricardo Nicolau, moderadora Alexandra Beleza Moreira)
“PECHA KUCHA NIGHT”
(c/ Álvaro Domingues, André Cepeda, Andrew Howard, António Olaio, Cristina Mateus, Filipa Leal, Gabriela Vaz-Pinheiro, Guilherme Machado Vaz, João Faria, João Mendes Ribeiro, José Gigante, José Pedro Sousa, Pedro Bandeira, Rita Castro Neves, Victor Beiramar Diniz)
Casa do Conto Guest House, Porto, 11.12
2010
“FAZER ACONTECER, CRIAR EVENTOS, GERIR EMOÇÕES”
Encontro de Design e Programação Cultural
(c/ Célia Gomes, Mário Caeiro, Ana Calçada, Nuno Maya, Luísa Arroz, MOOV, Célia Ferreira, Carlos Mota, Teresa Duarte Martinho, João Garcia Miguel, Fernando Galrito, Bernardo Vilhena, Alfredo Vasconcelos, Carla Cardoso, Nuno Calado, Henrique Ralheta, João B. Serra)
O Happening: Arte/Lugar/Alternativa – que criatividade para que politica?
Centro Cultural e de Congressos, Caldas de Rainha, 1.6
“AGI CONGRESS PORTO”
Congresso internacional de design, Palácio da Bolsa, Porto
(c/ Massimo Vignelli, Michael Bierut, Ruedi Baur, Paula Scher, Álvaro Domingues, entre outros)
“ARTE & SOCIAL”
Encontro sobre o diálogo da arte com as questões sociais
Instituto de Ciência Sociais da Universidade de Lisboa, Lisboa
(c/ João Pinharanda, Idalina Conde, Madalena Vitorino, António Tavares, Natxo Checa, Rui Catalão, Delfim Sardo, Marta de Menezes, José Alberto Ferreira, Fernando José Pereira, Paulo Catrica, Gabriela Vaz Pinheiro, Cláudia Madeira, Filipa Lowndes Vicente, entre outros)
2011
“A EXPOSIÇÃO”
Ciclo de conferências no âmbito do Mestrado de Museologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto
(c/ Inês Moreira, Sandra Pereira, Lígia Afonso, Godofredo Pereira, José Bártolo, Cláudia Martinho, Rita Castro Neves, Nuno Grande e Nuno Coelho)
2012
“EDIÇÃO (E)M CURADORIA”
Ciclo de conferências do Laboratório de Curadoria que integrou o programa oficial de Arte e Arquitectura da Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, Nave central, Fábrica Asa, Guimarães
(c/ Luísa Seixas, Sara & André, Ana Anacleto, Kunsthalle Lissabon (Luís Silva + João Mourão),Filipa Valladares, Susana Pomba, Revista Parasita (Hugo Soares + João Gigante + Sofia Gonçalves, Sara Antónia Matos, Catarina Rosendo, Isabel Carvalho, António Preto, Maria do Mar Fazenda)
2013
“CUIDADOS INTENSIVOS” Encontro com Paulo Mendes e Pedro Augusto / Ghuna X
Integrado num conjunto de conversas, apresentações e intervenções no espaço de uma antiga loja temporariamente ocupada no âmbito do projecto CUIDADOS INTENSIVOS, Vila do Conde
“RESGATE”
Conversa com Paulo Mendes e Sandro Resende no âmbito da exposição Resgate.
Antiga Casa Sá Cortinas, Barcelos
“…um retrato apagado…entre Portugal e Brasil”
Conversa sobre o screening apresentado na 17ª Bienal de Cerveira (c/ Beatriz Albuquerque, Rute Rosas, Carolina Paz, Rita Xavier Monteiro e Fátima Lambert)
Fórum Cultural, Vila Nova de Cerveira


OUTRAS ACTIVIDADES / OTHERS ACTIVITIES

Convidado regularmente para conferências ou apresentações em Universidades e cursos relacionados com a cultura contemporânea, onde aborda e discute o seu trabalho enquanto artista, comissário e produtor cultural.
Nesse contexto já apresentou na FBAUP / Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, FAUP / Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, ESAP / Escola Superior Artística do Porto, IADE / Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing em Lisboa, FLUP / Faculdade de Letras da Universidade do Porto, ESAD / Escola Superior de Artes e Design em Matosinhos, IPP / Instituto Politécnico do Porto, RESTART / Escola de Criatividade e Novas Tecnologias em Lisboa, ESTGAD / Escola Superior de Tecnologia, Gestão, Arte e Design nas Caldas da Rainha, Fórum Dança em Lisboa, Instituto de Ciência Sociais da Universidade de Lisboa, Universidade Lusófona em Lisboa, Universidade de Aveiro e Universidade Católica Portuguesa no Porto.

Em 2012 iniciou de forma regular a docência na ESAP / Escola Superior Artística do Porto, leccionando as disciplinas de Fotografia e de Curadoria.

 

+

Co-autor, com Paulo Gonçalves, do projecto multidisciplinar DR. MABUSE (1994– )

Participação nos 7º ENCONTROS INTERNACIONAIS DE CINEMA DOCUMENTAL DA MALAPOSTA, Menção Honrosa para a realização com os vídeos: “WORK IN PROGRESS” e “AUTÓPSIA DE UMA AMNÉSIA”, co-realizados com Pedro Sena Nunes, Novembro 1996

Membro fundador e co-editor da revista NÚMERO (1998–2000)

Representado na instalação multimédia “DADOS ADQUIRIDOS” apresentada no ARCO’98 na Galeria ZDB (Zé dos Bois), por Trauma Cultural Society, Fevereiro 1998

Co-autor e coordenador, com Miguel Leal e Fernando José Pereira, do projecto INDEX (1998)

“COAST LINE ATTITUDES: CULTURE, COLONIALISM AND THE INTERNET”
Workshop: participação por convite, no âmbito do programa do Festival Cyber 98 no CCB (Centro Cultural de Belém), com coordenação de Micz Flor e Vera Tollmann e organizado pela revista electrónica Virose, 10-14 Dezembro 1998

Participação como coleccionador na exposição ARTE DOS ARTISTAS, mostrando trabalhos de António Olaio, Fernando Brito, Didier F. Faustino e Susana Mendes Silva, Culturgest / Edifício Sede da Caixa Geral de Depósitos, Lisboa (cat.+folheto), 16.4 a 31.8 de 2003

POSICIONES 2, LA CONDICIÓN EUROPEA DEL ARTISTA VISUAL,
Participação como observador no fórum de debate sobre as politicas culturais e legislativas nos países da União Europeia. Organização da Unión de Asociaciones de Artistas Visuales UAAV, Auditório del Centro de Cultura “Sa Nostra”, Palma de Mallorca, Espanha, 16–18 Dezembro de 2003

Professor convidado no Curso de Gestão/Produção das Artes do Espectáculo leccionado no Fórum Dança (2002–2004)

Concepção e design gráfico (trabalho conjunto com Luís Alegre) do livro
MIGUEL PALMA que compila a obra deste artista entre 1989–2005.
160 páginas, edição PÚBLICO e ADIAC PORTUGAL, Novembro 2005

Professor convidado no Curso de Produção e Marketing do Espectáculo, módulo de Programação, leccionado na RESTART, Escola de Criatividade e Novas Tecnologias, Janeiro 2006

Colaboração gráfica no vídeo musical BAD MIRROR do grupo
THE VICIOUS FIVE (concepção e direcção LUÍS ALEGRE), trabalho seleccionado para apresentações em vários festivais nacionais e internacionais, 2006

Concepção em conjunto com LUÍS ALEGRE da cenografia da loja WONDER instalada no C.C.B. Centro Comercial Bombarda no Porto, Maio 2007

BELLISSIMA, edição de um múltiplo em fotografia constituída por 50 exemplares. Original concebido para esta edição da INC. Livros e Edições de Autor, Porto, Novembro 2009

Colaboração com ALICE GEIRINHAS num livro de artista por ela concebido e constituído por originais de diversos artistas – ALICE'S GUEST BOOK – com António Olaio, Carla Cruz, Carlos Vidal, Fernando Ribeiro, Francisco Queirós, Gonçalo Pena, João Fonte Santa, Paulo Mendes, Pedro Amaral, Pedro Cabral Santo, Pedro Pousada e o designer Jorge Silva.
Livro realizado para a sua exposição IF I CAN'T DANCE, I DON'T WANT TO BE PART OF YOUR REVOLUTION na Plataforma Revólver, Lisboa, Junho 2010

Comissariou o projecto editorial EXÍLIO OU A IMPOSSIBILIDADE DA CRÍTICA com trabalhos de FERNANDO JOSÉ PEREIRA, ANDRÉ CEPEDA, MANUEL
SANTOS MAIA, PEDRO BANDEIRA e JOÃO TABARRA para o número 1 da revista ASCENSOR, Outubro 2011

Participação no CONCURSO DE IDEIAS PARA O EDIFÍCIO DA ANTIGA FÁBRICA CONFIANÇA em Braga.
Os projectos foram posteriormente apresentados em exposição no Museu
D. Diogo de Sousa, Braga, Agosto 2012

Participação no vídeo de José Carlos Teixeira – THE FALL, O EXERCÍCIO DA QUEDA, 2012

Participação no LAB´13 do CICLO TRANSFORMA – TRANSFORMAÇÕES NA SOCIEDADE. Discussão entre profissionais de várias áreas do pensamento, aproximadamente trinta participantes, da política e da ciência, da comunidade e de organizações locais, que debateram o papel do individuo e da arte nessa transformação. Transforma, Torres Vedras, Outubro 2013